Antraz

O que é antraz?

Antraz é uma doença infecciosa que usualmente afeta animais, especialmente ruminantes (tais como cabras, gado, ovelhas e cavalos), mas que pode ser transmitida para humanos pelo contato com animais infectados ou seus produtos, ou contato com material de guerra biológica.

O que causa antraz?

O agente do antraz é uma bactéria chamada de Bacillus anthracis, que possui aspecto de um grande bastão quando examinado no microscópio. Esta bactéria pode assumir uma forma mais resistente chamada de esporo, que pode sobreviver no solo e em produtos animais por anos e até décadas.

Como se adquire antraz?

O antraz é uma doença rara em países onde há uma regulamentação sanitária adequada. Para se contrair esta doença é necessária a exposição a animais contaminados ou seus produtos. Há uma grande preocupação em relação ao fato de que o antraz possa ser  utilizado  como agente em uma guerra biológica.

Qual o período de incubação desta doença?

O período de incubação (isto é, o tempo que leva desde o contato com o antraz e o início dos sintomas) é relativamente curto. Geralmente  varia de 3 a 5 dias, mas pode ser de somente 12 hs.

Quais as manifestações desta doença?

Há 3 formas de doença causada pelo antraz:
Cutânea (da pele), pulmonar e gastrointestinal.

Antraz cutâneo
A forma cutânea (i.e. da pele) do antraz é a forma mais comum (95% dos casos), e se inicia como uma mancha vermelho acastanhada que aumenta com uma vermelhidão importante ao redor, levando a formação de bolhas e endurecimento da pele. O centro da mancha então torna-se um ferida que dá saída a secreção sanguinolenta, seguida por a formação de uma crosta escurecida. Há  gânglios aumentados na região, e pode haver dor muscular, dor de cabeça, febre, náusea e vômitos. Aproximadamente 10% dos casos evoluem para a forma sistêmica (i.e. que se espalha para outros órgãos) que pode ser fatal.
 

Antraz pulmonar
Antraz pulmonar ocorre após a aspiração da bactéria e multiplicação rápida desta bactéria nos gânglios do tórax. Nestes gânglios ocorre sangramento e morte do tecido, que espalha a infecção pelos pulmões. Os primeiros sintomas são discretos, graduais, muito parecidos com uma gripe. A febre, porém, torna-se mais alta, e em alguns dias há dificuldade respiratória importante. Pode  ser uma doença muito  grave, levando ao coma e à morte em quase que a totalidade dos casos.

Antraz gastrointestinal
Agora muito raro, antraz do intestino é o resultado da ingestão de carne contaminada na presença de algum pequeno ferimento na faringe ou no intestino (de forma que a bactéria pode invadir a parede intestinal). A toxina bacteriana causa sangramento e necrose dos gânglios próximos ao intestino. A infecção generalizada ocorre então, com alta taxa de mortalidade.

Como é feito o diagnóstico de antraz?

A história, incluindo a ocupação da pessoa é muito importante. A bactéria pode ser encontrada em culturas ou fragmentos da pele no caso da doença cutânea, no escarro no caso da doença pulmonar, e no material da faringe no caso da forma intestinal. Uma radiografia de tórax pode mostrar alterações características nos pulmões e nos tecidos ao redor.

Como é tratado o antraz?

A forma cutânea de antraz pode ser  tratada com antibióticos como penicilina, tetraciclina, eritromicina e ciprofloxacina.
A forma pulmonar é uma emergência. Tratamento precoce, por via intravenosa com antibióticos associados (como penicilina e estreptomicina) pode ser mais eficaz.

Como o antraz pode ser prevenido?

Medidas de saúde pública para prevenir contato com animais infectados são essenciais. Há uma vacina que está disponível para pessoas de alto risco (como veterinários, técnicos de laboratório e soldados).


Copyright: MedicineNet, Dermatology Online Internet Atlas